Na manhã de Natal, ‘bom velhinho’ mantém a tradição em Santa Luzia

Na manhã de Natal, ‘bom velhinho’ mantém a tradição em Santa Luzia
Manhã de Natal, no caminhão, tem distribuição de balas para a criançada, Foto: Gustavo Werneck - EM,DA Press

Gustavo Werneck

Estado de Minas

Uma antiga tradição se repete na manhã deste sábado (25/12), dia do Natal, nas cidades do interior de Minas. No alto de um caminhão, Papai Noel sai pelas ruas e avenidas distribuindo balas e chocolate para a criançada.

Em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, houve um encontro do “bom velhinho”, em várias versões, na Avenida Raul Teixeira da Costa Sobrinho, que liga os bairros Adeodato e Boa Esperança. Na verdade, quase houve um “natalino” congestionamento de caminhões com Papai Noel, Mamãe Noel e a família Noel que não para de crescer.

No Bairro São Geraldo, muitas famílias  ficaram esperando a passagem da comitiva lá da Lapônia, que, para não perder tempo, trocou o trenó pelo caminhão. “Lá vem ele!”, gritou uma menina.

Espera

De longe, a buzina potente chama a atenção, mas nem sempre o roteiro é o esperado. “Já fui e voltei lá em casa umas três vezes, mas esse Papai Noel não passa”, comentou uma jovem com duas crianças de 2 e 3 anos. Finalmente veio Papai Noel e foi aquela festa, com a criançada correndo atrás.

Alguns caminhões trazem nomes das famílias em faixas e votos de Feliz Natal. E a turma que está na carroceria lança os confeitos em saquinhos de bala isoladamente.

“Daqui a pouco, passa outro. Vou esperar. Quero levar mais bala para casa”, disse um garoto com o cabelo descolorido.

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *