Moradores precisam participar de audiência pública que vai discutir o futuro de Santa Luzia

Moradores precisam participar de audiência pública que vai discutir o futuro de Santa Luzia
Atual plano diretor favorece crescimento desordenado da cidade. Foto: Conjunto habitacional da construtora Tenda, em antiga fazenda da família Lara

Luzias

Nesta segunda-feira(9), às 17:30, no SESC Santa Luzia – R. Ana Batista da Cruz, 3505 – Belo Vale -, será realizada uma audiência pública, promovida pela Prefeitura, para discutir a Revisão do Plano Diretor Participativo de Santa Luzia. Essa audiência é de extrema importância, por isso é imprescindível que a população participe, já que será decidido o futuro da cidade.

 Um Plano Diretor define os instrumentos de planejamento urbano para reorganizar os espaços da cidade e garantir a melhoria da qualidade de vida da população. É nesse plano que estão contidos as políticas de saneamento básico e ambiental, as leis para um trânsito seguro, um meio de transporte coletivo digno e com preços acessíveis, locais públicos de lazer, como parques e áreas verdes.

O novo Plano Diretor vai moldar a cidade nos próximos anos. Daí a importância da participação do maior número possível de moradores. Afinal, que Santa Luzia queremos para nós, para nossos filhos e para as próximas gerações que virão?

O órgão que deveria estar cuidando desta área é a Secretaria de Desenvolvimento Urbano. Mas, na atual gestão, suas atribuições foram entregues à Secretaria de Desenvolvimento Econômico. E o que isto significa? Significa que a Prefeitura adotou uma filosofia de desenvolvimento do município voltado quase que exclusivamente para o interesse econômico, sem levar em consideração as reais necessidades da cidade e interesses da população, em termos de infraestrutrura, educação, saúde, transporte público e lazer.                 

 É preciso que a população participe desse tipo de audiência para impedir, por exemplo, que áreas verdes de enorme importância para a cidade, como a antiga fazenda de Vicente de Araújo, às margens do Rio das Velhas, se transformem em um mega empreendimento imobiliário, como planeja a construtora Emccamp, sem se preocupar com as consequências desastrosas que a obra, certamente, trará para Santa Luzia.

A participação popular nesse tipo de audiência é fundamental para garantir um debate aberto sobre os destinos de Santa Luzia, que vem sendo literalmente invadida por conjuntos habitacionais, sem qualquer estudo de impacto.

Só a população pode garantir que haja debates antes da aprovação de projetos enormes de construção de casas e prédios, já que boa parte dos vereadores, que deveria representar os moradores da cidade, está mais voltada para seus próprios interesses.

É preciso conscientizar a todos que não basta apenas trazer novos moradores para a Santa Luzia. É imprescindível saber como terão acesso a escolas, a postos de saúde, a um transporte público decente (o que temos está muito aquém do que a cidade precisa), a áreas de lazer e a um trânsito ordenado na cidade. Santa Luzia não tem nada disso para oferecer.

Por tudo isso, é urgentíssimo que todos aqueles que se preocupam com o futuro de Santa Luzia estejam  presentes na Audiência pública  para  a Revisão do Plano Diretor, nesta segunda feira (9), às 17:30, no SESC Santa Luzia : R. Ana Batista da Cruz, 3505 – Belo Vale.

#SALVE(MOS) SANTA LUZIA!!!

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *