Daniel Rodrigues vence por 6-2 e 6-0 e vai para a próxima etapa do Parapan de Lima

Daniel Rodrigues vence por 6-2 e 6-0 e vai para a próxima etapa do Parapan de Lima
Luziense, 32, faz história no tênis de cadeira de rodas: pode levar a medalha de ouro e garantir vaga nas Paraolimpíadas de 2020, em Tóquio. Foto: Pablo Jacob - O Globo

Luzias

O luziense Daniel Rodrigues, 32, voltou a mostrar seu talento neste domingo, 25 de agosto, no tênis de cadeira de rodas, no Parapan de Lima, capital peruana: derrotou seu adversário, o colombiano Manuel J. Sanchez, por 6-2 e 6-0 e, assim, passou para a próxima fase da competição. O atleta, cujo sucesso na carreira é um exemplo notável de superação, tornou-se uma das grandes esperanças do Brasil de conquistar a medalha de ouro nessa modalidade.

“Daniel ganhou com uma certa facilidade, porque o adversário era fraco para ele, que,hoje, é um jogador muito forte. Ele é o segundo cabeça de chapa, o segundo melhor da competição, atrás do argentino Gustavo Fernandez, número um do mundo. Daniel Rodrigues é o 12º do mundo. Tem grandes chances de sair daqui com a medalha de ouro” – disse ao Luzias, direto de Lima, Léo Butija, ex-técnico do tenista(2012-2016) e atual técnico da seleção brasileira feminina de tênis em cadeira de rodas.

Ganhar significa estar em Tóquio em 2020
Amanhã, segunda-feira, Daniel enfrenta o chileno Diego Perez, em partida prevista para começar às 13h(hora de Brasilia). Tudo indica, segundo Léo Butija, que o jogo só poderá ser visto pela internet. O técnico também adiantou que o luziense precisará vencer mais duas etapas para chegar à final do torneio.

Nesses Jogos Parapan-Americanos de Lima, o vencedor do tênis de cadeira de rodas garantirá um prêmio especial: tanto no masculino como no feminino, a classificação significa uma vaga nos Jogos Paralímpicos do ano que vem, em Tóquio.

Leia também:
Luziense brilha no tênis para cadeirantes e é a grande esperança do Brasil no Pan

Daniel, morador do bairro São Geraldo, em Santa Luzia(MG), é um dos atletas brasileiros que lutam para assegurar a ida ao Japão. E ele está bem confiante, pois já obteve conquistas importantes. No Mundial do Japão, em 2016. ficou com a prata no individual e em duplas. Nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto, em 2015, ganhou bronze no individual. O atleta luziense, como disse Leo Butija, tem tudo para continuar brilhando.

Conheça um pouco mais da vida de Daniel Rodrigues:

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

1 Comentário