Luzienses vão ter mais de 8% de aumento na conta de água, a partir do mês que vem

Luzienses vão ter mais de 8% de aumento na conta de água, a partir do mês que vem
A conta da Copasa vai subir numa proporção de quase o dobro do índice de inflação

Luzias

A Copasa acaba de anunciar que as contas de água e esgoto vão ser reajustadas em 8,38%, em média, já a partir de agosto. O aumento foi concedido pela Agência Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae-MG). E está sendo criticado porque representa quase duas vezes o valor da inflação registrado nos últimos 12 meses, 4,66%, segundo o IPCA.

Santa Luzia deveria fazer um movimento para protestar contra a elevação da tarifa porque, além de ser cara, a Copasa não presta aos luzienses um serviço de qualidade, como cobrou da empresa o Promotor da cidade Marcos Paulo de Souza Miranda, durante uma audiência pública, na sede da Prefeitura, para discutir o Plano Municipal de Saneamento Básico.

Santa Luzia recebe da Copasa tratamento de segunda classe
Quando fez o seu pronunciamento, em abril último, durante a discussão do Plano Municipal de Saneamento Básico do Município, o Promotor Marcos Paulo acusou a Copasa de dispensar a Santa Luzia um tratamento inaceitável. O padrão de prestação de serviço de saneamento da empresa em Santa Luzia, disse Marcos Paulo, é igual ou pior ao do Nordeste, “a região mais desprovida de recursos do Brasil.”

O Promotor lembrou que o último contrato de saneamento em Santa Luzia foi em março de 1974, o ano em que ele nasceu. Quarenta e cinco anos depois, afirmou, a cidade ainda padece de problemas de saneamento inaceitáveis. E apenas três em cada 10 famílias do município têm seu esgoto tratado. Isso significa que sete famílias em cada 10 estão jogando esgoto in natura – para não dizer fezes e urina – no Rio das Velhas. Ou seja, há 45 anos estamos sendo enganados.

A Cemig também começou a cobrar em maio aumento bem acima do índice de inflação

´

Exploração de uma cidade que sofre de tantos males
Se menos de um terço do esgoto do município é tratado, como é que a Copasa pode cobrar de todo morador de Santa Luzia uma taxa de esgoto tão alta? Uma conta de água, por exemplo, que tenha ficado em 100 reais, significa que, no final do mês, o usuário terá de pagar 200 reais, pois a taxa de esgoto tem o mesmo valor.

Resta aos luzienses, já tão explorados, engolir em seco e arcar com mais esse aumento imoral, se levarmos em conta que a população recebeu elevação de salário miserável e a taxa que será cobrada será duas vezes mais alta do que o valor da inflação dos últimos 12 meses.

Assista o Promotor fazendo duríssimas críticas à atuação da Copasa em Santa Luzia nas últimas década:

Dr. Marcos Paulo, promotor de Justiça, faz duras críticas ao plano municipal de saneamento básico apresentado nesta terça-feira (23) em audiência púbica no auditório da Prefeitura. #saneamentobásico #audiênciapública #santaluzia #observatorioluziense #luziar #umbomlugar

Geplaatst door Observatório Luziense op Dinsdag 23 april 2019

Energia mais cara de Minas
O aumento na taxa de água e esgoto está sendo anunciado menos de dois meses depois de a Cemig informar que, a partir maio, suas contas estariam quase 7% – 6,93% – mais caras. Um arrocho para os luzienses que já pagam a energia elétrica mais alta de Minas Gerais.

Aliás, o Prefeito prometeu melhorar a iluminação da parte central da cidade que, quando a noite cai, torna as ruas e avenidas fantasmagóricas. O Prefeito mencionou a questão da segurança para reforçar a necessidade de melhorar essa área. Mas, até agora, infelizmente, nada aconteceu.

Leia também:
Pressão contra crescimento desordenado e Prefeito promete “revolucionar” a saúde em Santa Luzia
Velho retrato de uma Santa Luzia vibrante, moldada pelo grande Dr. Oswaldo Ferreira

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply