Notas sobre o que anda acontecendo em Santa Luzia

Notas sobre o que anda acontecendo em Santa Luzia
Todas as pessoas com 60 anos ou mais já foram vacinadas em Santa Luzia, de acordo com a Prefeitura. Foto: site da Prefeitura

Luzias

Santa Luzia já registrou até o momento 314 mortes por Covid-19, de acordo com informações divulgadas pela Prefeitura nesta sexta-feira(7). No quadro, você vai ver a taxa de ocupação tanto no Hospital de São João de Deus como no hospital de campanha montado em São Benedito, para fazer frente à doença. Ontem, o Prefeito divulgou nota, informando que a cidade já concluiu a aplicação da “1ª dose de vacinação contra a covid-19 de toda sua força de segurança.” Informou também que “encontra imunizada, com a 1ª dose da vacina, toda a população quilombola da cidade. Igualmente, já se encontram vacinados todos os idosos com idade igual ou superior a 60 anos.”

Comparada com outros lugares, Santa luzia está avançando bem na vacinação, tendo em vista a dificuldade do Brasil em conseguir mais doses das vacinas. De acordo matéria de Gustavo Werneck, no Estado de Minas, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), informou que chegou a Minas, “na manhã deste sábado (8), a complementação da 18ª remessa da vacina contra a COVID-19. São 100,2 mil doses da Coronavac, que desembarcaram no Aeroporto de Confins e são destinadas à aplicação da segunda dose. A primeira parte da remessa chegou na quinta-feira (5), com 396,5 mil doses da vacina AstraZeneca.”

Veja o quadro:

A situação da Covid-19 em Santa Luzia

Ecoponto incendiado

A gente se pergunta: o que a pessoa ganha destruindo o que é público?

Tão útil à população e fundamental ao meio ambiente, Ecoponto Horto, na Avenida Raul Teixeira da Costa Sobrinho, foi alvo de vandalismo. Na calada da noite, colocaram fogo em colchões e outros materiais descartados do lado de fora. Um prejuízo para a cidade e o cidadão que paga seus impostos.

É preciso embalar muito bem para impedir que cachorros famintos acabem espalhando o lixo

O meio ambiente também lamenta, quando o lixo é descartado de forma inadequada. Nesta lixeira às margens do Rio das Velhas, os cachorros, famintos, “fazem a festa” com os resíduos. Então é lixo pra todo lado. O ideal seria colocar a lixeira num ponto mais alto, fora do alcance dos cães.

Rua interditada para obras na Ponte

A Prefeitura está alertando: “Em função das obras de recapeamento da Rua Felipe Gabrich no bairro São João Batista (trecho entre a Ponte Nova e a Rua José Tófani), a via sofrerá alteração de circulação a partir do dia 11/05/2021. Irá operar em mão única, sentido Rua José Tófani para facilitar as obras e não gerar tanto transtorno ao trânsito. A previsão de duração das intervenções é de 3 dias, terminando na quinta-feira dia 13/05/2021. O ponto de ônibus que recebe as linhas intramunicipais (sentido centro) será desativado durante as obras. Os itinerários serão realocados para a Rua Alto do Tanque. Haverá sinalização de trânsito reforçando as obras bem como faixas indicando os desvios necessários.”

Desembargadora federal Sônia Diniz

Por causa da pandemia, a cerimônia de posse foi virtual

Em cerimônia virtual, por causa da pandemia, realizada na quarta-feira(5), a juíza federal Sônia Diniz Viana foi empossada no cargo de desembargadora federal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. É a primeira luziense (nasceu em Belo Horizonte, mas é luziense) a chegar ao cargo.

Ao saudar a nova desembargadora, o presidente do Tribunal, desembargador federal Ítalo Fioravanti Sabo Mendes disse o seguinte: “Este Tribunal se engalana em receber Vossa Excelência como um de seus membros. Só nos resta cumprimentá-la, desejando que a senhora possa ter aqui o mesmo sucesso que obteve em sua trajetória pessoal e profissional”.

Sônia Diniz: figura de destaque

Em entrevista, Sônia declarou: “É com muita alegria, é com muito orgulho, é com muito entusiasmo que assumo o cargo de desembargadora do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, um grande Tribunal, quer seja em número de feitos, quer seja em qualidade de trabalho.”

Nossos cumprimentos mais efusivos à nova desembargadora!

Viagem de Dom Pedro II a Minas

Imagem: Registro da chegada da comitiva imperial em Santa Luzia, na manhã do dia 6 de abril de 1881

Para lembrar os 140 anos da viagem de Dom Pedro II a Minas, o Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais (IHGMG) está promovendo, em parceria com o Tribunal de Justiça (TJMG), um ciclo de palestras e debates em modo virtual para relembrar o roteiro da viagem. A programação, coordenada pelos associados Regina Almeida e Adalberto Andrade Mateus, conta com a participação de diversos historiadores e estudiosos, que recontam os passos percorridos pela célebre expedição a monumentos, grutas, santuários e minas de exploração minerária. O programa que vai relembrar a passagem de Dom Pedro II por Santa Luzia está marcado para o dia 12 de agosto de 2021, às 10h. A série especial do IHGMG pode ser conferida no canal IHGMG Virtual, no YouTube.

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *