Santa Luzia vive outra vez o drama de um triste processo de cassação do prefeito

Santa Luzia vive outra vez o drama de um triste processo de cassação do prefeito
Christiano Xavier, ex- delegado da Polícia Civil, está no cargo há pouco mais de um ano

O advogado e professor Abraão Gracco disse ao Luzias que entrou com o pedido de cassação de Christiano Xavier na Câmara Municipal, nesta segunda feira, 05 de agosto, porque ele cometeu erros graves passíveis de impedimento do mandato e “não tem postura de Prefeito. Continua se comportando como se fosse um policial.” Por 10 votos contra cinco, os vereadores aceitaram o pedido de cassação(impeachment) e já elegeram a comissão processante: Presidente, Sandro Coelho, Vice-Presidente Valter Guiné, e César Lara Diniz será o relator.

Os três integrantes da comissão processante estão entre os que votaram pela aceitação do pedido de cassação. Como no caso da ex-prefeita Roseli Pimentel, o processo, em três etapas, deve durar 90 dias, ao fim dos quais se saberá se Christian Xavier, 42, eleito com grande votação há pouco mais de um ano – eleições de 24 de junho. Assumiu em 13 de julho -, para um mandato tampão de dois anos, continuará à frente do Executivo luziense.

Vereadores que foram contra pedido de cassação
André Leite, Luiza e Ticaca, Márcio Ferreira e Neylor Cabral foram os cinco vereadores que votaram contra o pedido de cassação. O professor Gracco, que foi candidato a Prefeito nas eleições do ano passado, baseou sua denúncia em três fatos: uma viagem que o prefeito fez ao Chile, sem a anuência da Câmara Municipal, a retenção de recursos federais da saúde referentes a cirurgias de média e alta complexidades não realizadas em Santa Luzia, e o gasto de 61 mil reais nos festejos do aniversário da cidade, em março, num momento em que vivíamos em situação de calamidade financeira.

Santa Luzia nem se recuperou totalmente do abalo político sofrido com a prisão da Prefeita Roseli Pimentel, em setembro de 2017, menos de um ano depois de ela ter sido eleita para um segundo mandato. Roseli era vice do então Prefeito Carlos Calixto quando ele morreu repentinamente, em janeiro de 2016. Ela assumiu a Prefeitura e saiu vencedora nas eleições municipais realizadas em outubro daquela ano. Acusada entre outros crimes de envolvimento na morte do jornalista Maurício Campos, ela foi presa e, no final de um tumultuado processo de cassação, acabou renunciando ao mandato.

Um período traumático para Santa Luzia
Nesse meio tempo, Santa Luzia teve prefeitos demais. O vice de Roseli,Fernando César Vieira, assumiu, mas ficou pouco tempo. O presidente da Câmara na época, Sandro Coelho, foi o próximo a ocupar o cargo. Até que houve as eleições do ano passado. Um período traumático para cidade, que ficou parada, e teve todos os setores de sua vida deteriorados.

Professor e advogado Abraão Gracco, autor do pedido de cassação do Prefeito

A eleição de Christiano Xavier, delegado da Polícia Civil, de 41 anos, com sua estampa bonita e promessas de fazer tudo para tirar Santa Luzia do atoleiro em que se encontrava, trouxe muita esperança para os moradores. Sua vitória foi celebrada nas ruas. A maior prova de que a cidade apostava nele foi a votação maciça que recebeu nas urnas: mais de 54 mil votos.

Desrespeito aos vereadores
A vereadora Suzane Duarte, uma das que votaram apela aceitação do pedido de cassação, explicou ao Luzias que agiu assim para garantir a transparência do governo. Segundo ela, será uma oportunidade de se debruçar sobre as denúncias que estão sendo feitas contra o Prefeito. A vereadora lembrou que ela já havia questionado os gastos da Prefeitura com a festa de aniversário da cidade.

Suzane disse também que ficou bastante chateada com a fala do Prefeito, logo depois que tomou conhecimento do pedido de cassação. “Ele desqualificou a Câmara e isso é inaceitável”, disse ela. Mais tarde, escreveu em sua página no Facebook: “Sou a favor da cidade. Nunca estive na Prefeitura pedindo dinheiro ou cargos. Fui favorável a todos os projetos do Executivo. Sou a favor dos concursos públicos. Só estou buscando cumprir o meu papel.”

Para Abraão Gracco, agora, é levar o processo adiante, porque “a cidade está precisando de um verdadeiro gestor. Alguém que more e viva em Santa Luzia e não em Belo Horizonte.”

Veja o pronunciamento que o Prefeito Cristiano Xavier fez nesta terça-feira:

Pronunciamento sobre o aceite do Impeachment por alguns vereadores da Câmara Municipal !! Agredeço à confiança do Presidente Ivo Melo, nosso líder de governo Márcio Ferreira, Luíza do Hospital, Ticaca, André Leite, Neylor Cabral e o João Binga (está internado mas tenho certeza estaria ao nosso lado) POR TEREM CONFIADO EM NOSSA GESTÃO E VOTAREM PELO ARQUIVAMENTO !! Aos que querem o prosseguimento para o meu impeachment e minha saída da Prefeitura, respeito a opinião e estaremos com tranquilidade pars esclarecer e justificar todas nossas ações !! Se decidirem por isso voltarei para a Delegacia de cabeça erguida e a cidade estará bem representada pelo nosso Pastor Sérgio !! E que Deus abençoe Santa Luzia !!

Geplaatst door Delegado Christiano Xavier op Dinsdag 6 augustus 2019

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

2 Comentários