A beleza das flores na cidade, o circuito dos presépios e a Consciência Negra

A beleza das flores  na cidade, o circuito dos presépios e a Consciência Negra
A visitação aos presépios de Santa Luzia começa no dia 14 de dezembro. Foto: Júnia Carvalho e seu presépio. (Flávio Tavares, jornal Hoje em Dia)

Luzias

O jornalista Gustavo Werneck escreveu uma reportagem esta semana para o Estado de Minas sobre a exposição de um presépio ecológico em BH. Na reportagem “Belo Horizonte expõe presépio de papel com inspiração ecológica“, Gustavo conta que o texto de apresentação da mostra, do ex-Secretário da Cultura de Minas Ângelo Oswaldo, começa falando do circuito dos presépios de Santa Luzia.

“Os presépios são uma tradição da cultura mineira. Em cidades como Santa Luzia, uma romaria ainda percorre casa por casa até o fecho do ciclo natalino, para a visitação dos presépios profusamente armados por cada família” – diz o texto.

Ao final da reportagem, Gustavo dá mais informações sobre o circuito luziense: “Há um circuito de visitação dos presépios, organizado pela prefeitura local, via Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. Em sua 15ª edição, a iniciativa irá de 14 de dezembro a 6 de janeiro, contemplando, desta vez, 42 residências de vários bairros. Fazendo jus à hospitalidade mineira, os donos e donas das casas abrem as portas para receber as pessoas e mostrar as figuras e bichinhos que passam de geração a geração. Muitos dos elementos do cenário, como os panos cobertos de esmeril e pedrinhas de vidro, são feitos artesanalmente na cidade. Contatos pelo telefone (31) 3641-4791, com Ana Luíza.”

Cultura no centro das discussões

Um evento muito importante para Santa Luzia

A Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte e a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo, em parceria com o Observatório Luziense, trazem para Santa Luzia o evento “Conexão Metropolitana.” Realizado pela primeira fez fora de BH, o evento irá discutir a cultura como vetor de desenvolvimento econômico para os municípios e como os produtores e ativistas culturais podem se capacitar e se fortalecer para desenvolverem e viabilizarem seus projetos.

Não deixe de participar. Será nesta quinta-feira, dia 21, às 19h, no Hotel Casa Nova, no Centro Histórico.

Novembro Negro 2019, em Santa Luzia

Celebração da consciência negra na cidade em três eventos

A realização neste ano ficará a cargo da parceria do Coletivo Negro com a Casa de Artes Solares. O Novembro Negro tem como tema central – “Santa Luzia, Três Séculos de Legado Negro: Uma Triangulação Territorial & Três Narrativas Para 300 anos.” Será composto de uma programação de três narrativas/atividades, que acontecerão em três diferentes territórios da cidade, que se conectam e carregam em comum a força da ancestralidade negra nas suas formações, desenvolvimento e organização social.

Esses territórios são: a Comunidade Quilombola de Pinhões, o Distrito de São Benedito e a Sede/Centro Histórico. Santa Luzia é uma cidade tricentenária que, tragicamente, teve sua história oficial sempre contada a partir do poder branco e elitista. Para a história escravocrata e excludente do negro da sociedade escreveu as páginas com a tinta do esquecimento e a força da desmemória. Contudo, a resistência histórica esteve sempre presente, diretamente ligada aos processos de formação do Povo de Santa Luzia.

O propósito deste Novembro Negro é dar visibilidade e reconhecimento a narrativas que evidenciem a reflexão quanto a esses processos históricos. Com o intuito de promover o fortalecimento das Políticas Públicas de Igualdade Racial e de valorização e divulgação da cultura afro-brasileira, num processo de construção e manifestação dos sujeitos sociais inseridos nos processos históricos de resistência negra.

As reflexões históricas do povo negro estarão em discussão; bem como, a determinante representatividade da matriz africana na construção e formação cultural da sociedade brasileira.

Icaraí celebra a Consciência Negra

Uma celebração da culinária e música negras

Será no próximo domingo, 24 de novembro, a grande celebração da Consciência Negra, a partir das 11h, na sede do Clube Icaraí. Além do almoço – suã com ora pro nobis -, servido das 12h às 15h, vão desfilar no palco o que a cidade tem de melhor em termos musicais: Tom Nascimento, Bira Favela, Lulu do Império, Paulinho Oliveira, Edmar MPB, Raquel Seneias, Sr. Domingos, Balu e Luiz do Cavaco.

Festival de tortas em benefício da Capela de São João Batista

A capela está sendo totalmente restaurada com a preciosa ajuda da comunidade

Anote ai na sua agenda: Festival de tortas, sábado, dia 23/11, às 16 horas, no salão paroquial de São João Batista, na Ponte. “Essa promoção nos permitirá dar continuidade às obras de restauro da capela”, explica o coordenador das obras, Paulo Giovannini

ONG Solidariedade será tema de reportagem da Globo

Dois anos depois de sua criação, a ONG atende a mais de 200 alunos, jovens e adultos

A importância do trabalho social da ONG Solidariedade Todos Juntos Sempre, dirigida pela professora e advogada Rosa Werneck, já extrapolou os limites de Santa Luzia. Na quinta-feira, 28 de novembro, uma equipe da TV Globo vem à cidade para fazer uma reportagem sobre a Solidariedade, cuja sede, no bairro Córrego das Calçadas, atende, gratuitamente, mais de 200 alunos, de todas as idades.

A ONG é um projeto social da maior relevância para Santa Luzia, pois dá oportunidade a pessoas sem recursos de frequentar cursos de alfabetização para jovens e adultos, tricô, crochê, curso de costura, inglês, teatro, ballet infantil, dança, boxe, caratê, desenho e pintura. A ONG também tem uma unidade em Pinhões, onde são dadas aulas de inglês.

A reportagem sobre a Solidariedade, fundada em junho de 2017, será veiculada no MG-TV.

Tarde social em benefício da Creche Mariinha Moreira

Evento tem como objetivo angariar dinheiro para a manutenção do Asilo Mariinha Moreira

Outro ótimo evento no domingo, 24 de novembro: 1ª Tarde Social Bem Temperada da Creche Mariinha Moreira, com boa música e deliciosa culinária. Será no Espaço de Eventos William Leal, no bairro Kennedy, a partir das 14h. A última prenda sorteada será um cheque de 1.500 reais.

Foto da Semana: Prefeito no lombo de um camelo

O Prefeito Christiano curtindo as delícias de Egito

Amigos, conhecidos e admiradores do Prefeito Chrisiano Xavier(PSD) ficaram preocupados com a saúde dele, depois de lerem o texto que publicou em sua página no Facebook . Para justificar sua viagem ao distante Oriente Médio – Egito e Israel – o Prefeito carregou nas tintas. Disse estar sofrendo de ” esgotamento mental, pressão alta, estresse, depressão, insônia, bico de papagaio, esporão…” E náo parou aí: “Desde o dia 01 de novembro venho realizando aplicação de injeções medicamentosas na cabeça e antes mesmo disso, tomando remédios diversos.” Tudo isso em consequência, principalmente, das pressões e do estresse causados pelo processo de cassação que enfrentou, a partir de agosto. Embora “todo estrupiado”, como ele próprio definiu seu estado de saúde, o Prefeito parece estar se divertindo na terra dos faraós.

Dama das calçadas transforma-se em musa na Primavera

A vigorosa escumilha com sua encantadora profusão de flores

Texto e fotos: Paulo Sérgio Giovannini

A árvore desengonçada que, sem flores, passa despercebida durante todo o ano, chama a atenção dos menos insensíveis neste mês de novembro, só acompanhada pelos flamboyants e as minervas. Sem o requinte, o charme e a nobreza de um ipê de qualquer cor, a escumilha nos deslumbra com sua repentina floração, nos tons que variam do rosa ao roxo, passando pelo lilás, e buquês em cada uma das extremidades de seus múltiplos galhos, a humilde dama das calçadas agora se torna musa.

Dia desses, uma delas impediu-me de seguir meu roteiro, aqui mesmo em Santa Luzia, no bairro Boa Esperança. No trajeto entre minha casa e o Foto Paradiso, onde reproduzo e emolduro fotos de família, a pedido de uma de minhas irmãs, a todo momento parecia que uma escumilha me assediava, postada ali na calçada. Resistia ao desaforo.Afinal, como perder tempo com criatura tão vulgar?Eu seguia em frente e, na mesma rua, ela, já vestida com roupagem de outro tom, ainda mais exuberante e senhora de si, tenta uma última e decisiva investida.

Outra esplendorosa escumilha, no bairro Boa Esperança

Foi uma jogada de mestre. Por fim, eu já estava totalmente dominado. Estando para sair do bairro e seguir pela avenida Nossa Senhora do Carmo, parei o carro com o celular já no modo fotografia. Estava rendido por seus encantos. O ocaso combinava perfeitamente com o roxo exibido agora pela altiva criatura. Talvez o horário, já no lusco fusco do pôr do sol, teria sido o aliado perfeito para o primeiro passo que dei em direção àquele maravilhoso buquê plantado à minha frente. Sim, um arranjo floral de tamanha perfeição, que parecia ter saído de uma floricultura, após passar pelas mãos habilidosas da florista.

E o que dizer da beleza desse exemplar de minerva?

Faço analogia entre a árvore e a dama das calçadas, despojado de qualquer timidez ou pudor. Descobri, há muito,a beleza no simples. Naquele momento, abracei a cintura daquela criatura e fiquei ali, sentindo seu corpo com a cabeça pousada em seu peito e à sombra de sua copa. Senti um frescor e o sensual perfume de suas flores. Estava em êxtase. Só aos poucos consegui controlar minha respiração ofegante, ficando ali um bom tempo exercitando a meditação, atividade à qual me dedico há décadas. Valeu à pena a parada. Antes de deixar o local é que fiz a foto principal que ilustra o texto.

Estamos em plena primavera, daí essa profusão de flores

Desejo humildemente convidar os luzienses a experimentar alguns momentos de contemplação da natureza. Passamos aqui, e de resto em todo o Brasil, por momentos de turbulência. No entanto, a natureza convoca a nos unirmos em torno dela. Qualquer movimento, por mais simplório que possa parecer, se realizado com intenção nobre, provocará uma mudança no comportamento dos que detêm o poder de fazer algo de bom em suas respectivas áreas. Façam uma pausa para usufruir do mesmo êxtase de uma contemplação do singelo. Tenham certeza de que estarão praticando uma das atividades mais saudáveis que existe desde tempos remotos: a meditação, exercício adotado pelos orientais e que chegou ao ocidente para ficar. Não há melhor remédio. (Paulo Sérgio Giovannini).

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply