Coronavírus: com 2 suspeitos na cidade, Prefeito decreta emergência em S. Luzia

Coronavírus: com 2 suspeitos na cidade, Prefeito decreta emergência em S. Luzia
O Prefeito Christiano Xavier (primeiro à direita) nas dependências do Hospital de São João de Deus, que promete abrir em 20 dias. Foto: site da Prefeitura

Luzias

O site da Prefeitura Municipal de Santa Luzia informa que “na tarde desta sexta-feira, 13, o prefeito Christiano Xavier assinou decreto de emergência pública em saúde no município em virtude da epidemia de importância mundial do novo Coronavírus (Covid-19).

O texto publicado no site da Prefeitura não diz, mas o Prefeito teria confirmado ao jornal Leia Agora que há duas pessoas na cidade suspeitas de terem contraído o novo coronavírus. Ele não deu qualquer detalhe sobre quem são ou onde estão. Adiantou, no entanto, que o Hospital de São João de Deus, fechado há cinco anos e em obras desde o ano passado, deve ser reaberto em 20 dias, para atender as possíveis vítimas do vírus originário da China.

No site da Prefeitura, o Prefeito explica que decretou situação de emergência, porque isso faz com que a burocracia diminua e permite a realização de ações emergenciais voltadas para a saúde e para a vida da população. Com a iniciativa, o prefeito acredita que será possível ao município, com população em torno de 230 mil habitantes, ter estrutura para garantir atendimento rápido. Agora, vai buscar meios para a contratação de mais médicos e de outros profissionais de saúde.

“O mundo inteiro está em alerta e já tem centenas de casos sendo investigados em Minas. Sem o estado de emergência a Prefeitura de Santa Luzia não consegue ter medidas de agilidade para lidar com uma situação dessa. Uma força-tarefa já está sendo formada para que as obras do Hospital São João de Deus, que demora em razão de entraves burocráticos, sejam aceleradas, e ele já possa ser reaberto em um prazo de até 20 dias”, disse o Prefeito.

Minas Gerais também decretou situação de emergência na área da saúde nesta sexta-feira. Até o momento, ha 289 casos sendo estudados no estado.

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply