Zema fala da relação com SL e a cidade espera fim dos 120 dias ‘para balanço’

Zema fala da relação com SL e a cidade espera fim dos 120 dias ‘para balanço’
Romeu Zema falando do Prefeito Christiano Xavier: "Como bons mineiros, sabemos que vamos estabelecer uma ótima convivência, pois é isso que Minas e Santa Luzia precisam para voltarem a crescer"

Novo governador eleito de Minas, Romeu Zema, diz que quer ter boas relações com prefeito de Santa Luzia, mesmo que Christiano Xavier não tenha apoiado sua candidatura; em pouco mais de duas semanas completam os 120 dias pedidos pelo Prefeito para fazer um “balanço” na Prefeitura. Passado esse período, o que Santa Luzia espera do Prefeito. O Icaraí ainda não está pronto, mas vai ter hoje, a partir das 14h, sua primeira roda de samba, com música de primeira, para levantar dinheiro para as obras de recuperação do clube; o atraso nas obras de restauração da Capela de São João Batista, na Ponte; a inscrição no Circuito oficial dos presépios e a infinidade de buracos nas ruas de Santa Luzia, estragando carros e irritando motoristas. São alguns dos assuntos dessa nossa coluna semanal Acontecendo.

Luzias

Zema: Santa Luzia merece voltar a crescer
O Observatório Luziense marcou ponto esta semana ao publicar uma entrevista exclusiva com o governador eleito de Minas Gerais, o empresário Romeu Zema, na qual ele comenta o “estado de calamidade financeira” decretado pelo Prefeito Christiano Xavier em Santa Luzia. Segundo Zema, “o estado atualmente não está cumprindo o repasse de recursos aos municípios determinados por lei. Nós queremos reequilibrar as contas para voltarmos a arcar com as despesas que são de nossa responsabilidade. Mas para elaborarmos uma proposta que solucione a questão, é preciso que haja conhecimento da situação real e que seja feita uma análise criteriosa das possibilidades.”

Na entrevista, o governador eleito comentou também o fato de o Prefeito luziense não ter apoiado a sua candidatura durante a campanha eleitoral que culminou com a sua vitória. Disse acreditar que a relação entre os dois “serão as melhores possíveis. As divergências políticas durante a campanha ficaram para trás. Como bons mineiros, sabemos que vamos estabelecer uma ótima convivência, pois é isso que Minas e Santa Luzia precisam para voltarem a crescer e a acolher bem seus moradores” – disse ele, que tomará posse em primeiro de janeiro próximo. Clique aqui para ler a entrevista completa.

Ao final dos 120 dias, o que Santa Luzia espera do Prefeito

O Prefeito no Morro do Chapéu Golf Club, em BH, onde ganhou mudas de cerejeira, que pretende plantar em Santa Luzia

Em menos de 20 dias, chegará ao final o período de quatro meses determinado pelo Prefeito Christiano Xavier (PSD) para fazer um balanço da situação da Prefeitura. O Prefeito, eleito com mais de 54 mil votos, pediu esse tempo à população em 13 de agosto, porque, ao assumir, encontrou o “caos, uma bagunça”, como ele próprio afirmou, deixados pelas administrações anteriores, inclusive a de Sandro Coelho(PSB), ex-Prefeito interino , que administrou a cidade por mais de nove meses. No momento, é ele quem dá as cartas na Câmara Municipal.

Passados os 120 dias, o que a população de Santa Luzia espera de Christiano Xavier é que ele venha a público, depois de ter se inteirado da situação, explicar o que dá e o que não dá para fazer na cidade. Sabemos que a situação financeira de Santa Luzia é de total penúria. Mas, por exemplo, a população se frustrou com a promessa de reabrir a maternidade do Hospital de São João de Deus no dia 12 de outubro. Nada aconteceu. O Hospital permanece fechado. E o Prefeito não falou mais sobre o assunto. Findo o período de quatro meses, o que a Prefeitura pretende fazer para ordenar o caótico e perigoso trânsito da cidade? O transporte público, finalmente, vai ser melhorado?

E qual é o posicionamento da Prefeitura diante da contínua chegada de novos conjuntos habitacionais na cidade, como os que estão sendo levados adiante no bairro Boa Esperança, na área central? Conversando com algumas pessoas, elas disseram ao Luzias que, em encontro com Christiano Xavier ele deixou claro que não tem como barrar os projetos já aprovados pelas outras administrações. Mas a Prefeitura precisa encontrar meios de impedir a execução desses projetos, pelo simples fato de Santa Luzia, carente de tudo, não ter infra-estrutura para receber mais gente.

Somos cerca de 250 mil moradores clamando desesperadamente por melhorias em todos os setores. Somente as construtoras lucram com estes conjuntos habitacionais, porque não oferecem sequer uma contrapartida. Não fazem qualquer estudo de impacto. Não constroem escolas, não melhoram as ruas, não investem como deveriam na infra-estrutura de seus empreendimentos. Constroem, vendem e vão embora, sem se preocupar com os problemas que deixam para trás.

Santa Luzia votou maciçamente em Christiano Xavier porque estava certa que o jovem Prefeito, com sua estampa bonita, seu jeito simples e sua determinação, romperia o ciclo vicioso que se instalou na Prefeitura, resultando em uma sucessão de prefeitos que administraram não a cidade, mas seus próprios interesses, indiferentes às reais necessidades dos luzienses. Santa Luzia acredita e espera que Christiano Xavier tenha vindo para realmente fazer a diferença, para deixar de vez no passado a era dos maus administradores. Por isso, aguarda com ansiedade dezembro, quando finda os 120 dias em que a Prefeitura ficou “fechada para balanço.”

Campanha para reformar o Icaraí continua

Música boa e diversão no Icaraí, neste domingo, a partir das 14h

Em mais uma iniciativa para levantar fundos para a reforma do Clube Icaraí, Meire, Romeuzinho e o grupo que está levando as obras adiante comandam logo mais, a partir das 14h, o primeiro evento musical a ser realizado dentro do Icaraí, embora a sede do clube, na esquina da rua Silva Jardim com Rua Santa Cruz, ainda não esteja pronta. Palmas para todos os envolvidos na luta para trazer de volta à vida o Icaraí, parte tão importante da vida cultural luziense desde os anos 60.

Atraso nas obras de restauração

A Igreja de São João apresenta sérios problemas estruturais

Trâmites burocráticos impediram o início das obras de restauração da Igreja de São João Batista, na Ponte, antes do começo do período chuvoso. Fundada em 1904, a Igreja apresenta sérios problemas na estrutura, que precisam ser sanados logo. O projeto de restauração, apresentado por Paulo Giovannini, coordenador dos trabalhos, foi aprovado integralmente e elogiado pela Arquidiocese Metropolitana de Belo Horizonte. A Mitra recomendou à diretoria de Patrimônio da Prefeitura de Santa Luzia a aprovação do projeto. Mas isso só deve acontecer em janeiro de 2019, quando o Conselho Patrimonial da Prefeitura vai se reunir. As obras na Igreja, tombada pelo município, devem ser iniciadas só depois que passar o tempo das chuvas. O receio é que a demora em começar os trabalhos leve a um reajuste do orçamento, tornando as obras mais caras.

Participe do Circuito de Presépios

Inscreva seu presépio e participe dessa iniciativa da Prefeitura

Mais um Natal vai se aproximando. Nessa época, começam a ser confeccionados em Santa Luzia os famosos presépios, que deram fama à cidade. Se você tem um em casa e gostaria que as pessoas o apreciassem, inscreva-se na Prefeitura – Solar Baronesa -, para que faça parte do circuito oficial de presépios. A iniciativa é da Secretaria de Cultura.

Corrente do Bem

Agripina, terceira da esquerda para a direita, e alguns dos voluntários no evento, no bairro Santa Rita

Agripina Vieira comandou, com uma rede de voluntários e apoiadores, a reunião especial para o lançamento do livro Expedição Leituras: Tesouro das Bibliotecas Comunitárias no Brasil. O momento contou com apresentação de Valquiria Nonata, Ismael Rocha, José França e Túlio Damascena, um dos autores da publicação. O evento ocorreu no salão paroquial da Igreja de Santa Rita, na vila de mesmo nome, onde é a sede da dinâmica Biblioteca Comunitária Corrente do Bem.

Secretário Estadual da Cultura em Santa Luzia

A data da bênção oficial do templo está inscrita na fachada: 1778

Na próxima quarta-feira, 28/11, a convite da Associação Cultural Comunitária de Santa Luzia, o secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, participa da abertura da trezena de Santa Luzia. O motivo da visita é mais que especial: os 240 anos da conclusão da construção do santuário, que é o grande símbolo da religiosidade luziense.

A beleza das criações de Júnia Carvalho

Estandarte do Divino confeccionado pela artista

Ela é a mais nova de uma família de 14 filhos. E foi quem herdou os refinados dotes da mãe na costura. Dê a Júnia Carvalho um pedaço de tecido, linha e agulha e ela transformará em arte, como fez com esse estandarte do divino. Quer conhecer o lindo trabalho da artista, vá ao seu espaço, na Rua do Bonfim, perto da centenária igrejinha.

Prêmios para a família Werneck

Gustavo é um dos jornalistas mais premiados de Minas

Os irmãos Gustavo e Mário Werneck iniciaram a última semana conquistando prêmios pela atuação em suas áreas profissionais. No dia 19, Gustavo recebeu o troféu Capitão-médico João Guimarães Rosa, da Academia de Letras da Polícia Militar de Minas Gerais, que tem como patrono o grande escritor brasileiro nascido em Cordisburgo. Foi mais que justa a homenagem a um dos autores do caderno especial Travessia, do jornal Estado de Minas, que lembrou os 60 anos da publicação de Grande Sertão: Veredas, obra prima de Guimarães Rosa.

O Secretário de Meio Ambiente de BH, Mário Werneck, com o troféu

No dia seguinte, foi a vez de Mário subir ao palco para receber o Prêmio de Sustentabilidade Hugo Werneck pela atuação no caso das capivaras da Lagoa da Pampulha. Mário é secretário de Meio Ambiente da prefeitura de Belo Horizonte.

Buracos, buraquinhos e buracões torturam motoristas

O tamanho deles varia, mas estão por toda parte na cidade

Mal o período das chuvas começou e o asfalto de Santa Luzia, de qualidade inferior, já se encheu de buracos de todos os tamanhos – estragando os carros e irritando os motoristas.

As chuvas vão esburacando o asfalto de má qualidade

Nestas três fotografias, dá para ver como, à medida que chove, o asfalto vai cedendo, formando verdadeiras crateras em alguns lugares.

É preciso desviar deles constantemente para não estragar o carro

Alô, alô, Secretaria de obras da Prefeitura: socorro!

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply