O retorno das missas presenciais e a capela da Ponte precisa da nossa ajuda

O retorno das missas presenciais e a capela da Ponte precisa da nossa ajuda
A ideia é que apenas um terço da capacidade da Matriz seja ocupada pelos fiéis. Foto: Facebook

Luzias

O padre Felipe Lemos, pároco de Santa Luzia, anunciou que as missas presenciais no Santuário Arquidiocesano Santa Luzia voltarão a ser celebradas a partir desta quinta-feira(16). Por causa da epidemia do novo coronavírus as missas passaram a ser veiculadas pela internet.

Elas continuarão sendo transmitidas pelas redes sociais do Santuário, mas, agora, as pessoas poderão voltar a frequentar a igreja, em número limitado, pois a determinação é que o Santuário permita a entrada de apenas um terço de sua capacidade, para que todos possam ficar a uma boa distância uns dos outros.

Até que a situação melhore de vez – o vírus deixe de ser uma ameaça -, quem quiser assistir às missas deve dar o nome no Santuário, durante o dia, ou na secretaria da Paróquia, pelo telefone 3641-4662, de 14h às 18h. Serão feitas listas de presença em todas as missas: Sábado às 15h – 17h e 19h30 e Domingo 07h – 09h – 11h – 17h e 19h30.

A orientação é para que todos compareçam de máscara. A entrada será pela porta principal,onde os fiéis terão sua temperatura medida. Como parte das medidas de proteção, eles vão higienizar as mãos e os pés antes de se dirigirem aos lugares demarcados nos bancos.

Se por acaso alguém marcar o lugar na lista e não puder comparecer, deve comunicar ao Santuário assim que puder, para que outra pessoa tenha a oportunidade de ir à igreja. Pessoas no grupo de risco, segundo a recomendação, devem permanecer em casa, com a opção de assistir à missa pelo Facebook.

Capela de São João Batista precisa de sua ajuda

Veja a pequena escada, na entrada, parte da arquitetura da capela, revelada nesta foto do acervo de Ítalo Massara

As obras na Capela de São João Batista, na Ponte, iniciadas no ano passado, estão, neste momento, enfrentando problemas financeiros. O interior da igreja já está no ponto de pintura mas, explica Paulo Giovannini, à frente do projeto de restauração, “recursos nos faltam e a atual conjuntura inviabiliza eventos para obtê-los. Entretanto, nada nos impede de abrir o coração e estender nossas mãos para manter vivo o templo que sempre nos acolheu.”

Por isso, Paulo está fazendo um apelo a quem puder colaborar com qualquer doação que entre em contato com ele próprio (98843-3003) ou com Ana Mantini (98827-4629). “Não importa o valor”, lembra, “mas a grandeza do gesto”.

Apesar das dificuldades, ele se entusiasma quando conta que, “na incessante busca pela descoberta de detalhes originais da Capela, temos a foto do acervo do Sr. Ítalo Massara, que revela a existência de uma escadaria frontal onde, atualmente, existe uma rampa em total desacordo com o estilo da época. Faremos uma cuidadosa prospecção, na esperança de descobrirmos os degraus em seu todo ou parte deles.”

Vamos todos ajudar, mesmo que com pouco, nestas obras que são de enorme relevância, para que a cidade recupere uma de suas capelas mais importantes.

Clube Social Luziense também espera contar com você

O sorteio será em agosto. Os realizadores esperam conseguir fundos para continuar as obras do Clube

O Clube Social Luziense, na Rua Direita, fechado desde a década de 90, vive o mesmo problema. Como não dá para realizar eventos nessa época de pandemia, a nova diretoria espera contar com a boa vontade dos moradores, para levar adiante as obras de recuperação do clube.

Dentro desse espírito, a diretoria Social está com o projeto de sortear um prêmio todo mês. Para começar, o sorteio será de uma torta Pavê, no dia 08 de agosto próximo. O cupom, no valor de 5 reais, pode ser adquirido com os integrantes da equipe:
Dorinha 988332210
Denise Araújo 984143502
Debora 992865289
Marlon 987781400
Júnia Carvalho 988855388
Magaly 997135624
Sandra Lima 971492152

Esse é outro projeto tocado exclusivamente por voluntários, que sonham com a recuperação do Luziense, clube que já teve grande importância na vida social da cidade. Vamos colaborar?

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply