Mais um acidente no Centro Histórico de SL danifica o prédio da Casa da Cultura

Mais um acidente no Centro Histórico de SL danifica o prédio da Casa da Cultura
Veja os danos causados pela batida da carreta na esquina do casarão, nesta manhã. Fotos: Dr. Marcos Paulo de Souza Miranda

Luzias

Veja abaixo o artigo publicado nesta na manhã no portal G1 sobre mais um acidente no Centro Histórico de Santa Luzia, desta vez envolvendo danos na Casa da Cultura, em frente da Matriz, por uma carreta imensa, que jamais deveria estar na Rua Direita. Há poucos dias, um caminhão de mudança pegou foto na Rua Floriano Peixoto, colocando em risco vidas e o casario. Isso, algumas semanas depois de um caminhão perder o freio na subida do Vésper e voltar de ré, destruindo tudo por onde passou, até ser contido por um poste. O que pode ser feito para impedir que esses acidentes se repitam? É o que os moradores querem saber. Leia abaixo sobre o acidente desta quinta-feira(10).

Maria Lúcia Gontijo e Fernando Zuba, G1 Minas e TV Globo

Uma carreta bateu em um muro de um casarão do século XVIII, que ficou parcialmente destruído, na manhã desta quinta-feira (10), no Centro de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. No local, funciona há 49 anos o Museu Histórico Aurélio Dolabella, tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) desde 1972.

Tecnicos do patrimônio estão avaliando os danos no casarão do século 18

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, ao passar pela rua Direita, no centro histórico de Santa Luzia, o motorista da carreta perdeu o controle do veículo e bateu na lateral do museu. Não houve feridos.

Segundo a Polícia Militar, o veículo ainda estava no local às 10h30 e o motorista ainda será ouvido pelos militares. A PM não informou se ele será encaminhado para delegacia da cidade.

A primeira pergunta que se deve fazer é: como uma carreta dessas subiu a Rua Direita e foi parar em frente da Matriz?

A Defesa Civil da cidade foi acionada e, às 10h12, estava no local fazendo a vistoria. O museu é tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) desde 1972. O G1 procurou o Iphan para mais detalhes a respeito do acidente, mas, até a última atualização desta reportagem, não obteve retorno.

A carreta, como mostra a placa, é de Boa Vista do Sul, no Rio Grande do Sul. Foto:

A prefeitura disse que a Defesa Civil Municipal e representantes da secretaria municipal de Cultura e Turismo compareceram ao local para averiguar a situação. “A equipe de patrimônio cultural da Secretaria de Cultura está avaliando os danos”.

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

1 Comentário

  • Vinicius Mundim
    11 de junho de 2021, 19:58

    Um absurdo isso.
    Esse incidente não aconteceria se o viaduto interditado (há quantos anos mesmo?) por conta da corrupção da prefeitura e da empreiteira, estivesse em pleno uso. Tem informação sobre quando aquilo será reconstruiído?

    RESPONDA