Acontece: veja aqui o que estará rolando nos próximos dias em Santa Luzia

Acontece: veja aqui o que estará rolando nos próximos dias em Santa Luzia
O Iepha deu 10 dias para a apresentação de projeto de recomposição do calçamento do adro

Luzias

O grande acontecimento da semana em Santa Luzia foi a eleição de Christiano Xavier(PSD), 41, para Prefeito. Finalmente, a cidade tem um prefeito eleito – recebeu votação maciça, mais de 54 mil votos – e dele se espera muito. Outro fato que merece destaque, pela reação rápida da população, foi o embargo de obras no adro da Igreja do Rosário. O parabéns da semana vai para os moradores do entorno da Igreja, em nosso Centro Histórico, que, atentos e vigilantes, imediatamente impediram que o centenário calçamento de pedras pé-de-moleque fosse destruído por uma escavadeira. Na década de 1980, o ex-presidente do Iphan Aloísio Magalhães, já defendia: “A comunidade é a melhor guardiã de seu patrimônio”! E, juntos com a comunidade, nós do Luzias também estamos de olho.

Viagem gastronômica
A ONG “Solidariedade, Todos Juntos, Sempre”, dirigida pela advogada Rosa Werneck, está convidando para uma “Viagem Gastronômica”, neste sábado, 30 de junho, partir das 20h, na sede do Lions – Rua Sebastião F. de Pinho, 133, bairro Boa Esperança. Cada ingresso custa 40 reais. O objetivo desse jantar é arrecadar fundos para dar continuidade ao trabalho da ONG, que oferece vários cursos gratuitos e já tem mais de 200 alunos inscritos. Uma iniciativa que merece todo o nosso apoio.

Show de Elisa Santana

Vai ser uma noite social. Um encontro para ouvir música, tomar caldos, comer canjica, saudar com uma taça de vinho a apresentação de Elisa Santana no Casarão de Carlinhos – Rua Silva Jardim, 120 -, no sábado, 7 de julho. É a primeira vez que Elisa, professora de Teatro da PUC/MG e autora do livro de poesias “Os peixinhos do meu pano de prato”, se apresenta na cidade, num show que começa às 20h. O acompanhamento será de Pedro Pedrosa – violão, cavaquinho e percussão -, e Pablo Miquelino – violão, bandolim e percussão. Os ingressos custam 20 reais e podem ser adquiridos na loja Eletro Bonfim, perto da Igrejinha do Bonfim.

Clique da Semana

Com memória privilegiada, Dalma é parte da galeria de gente que é patrimônio de Santa Luzia

No clique da semana, a escrivã aposentada Dalma Aparecida Martins. Após mais de cinquenta anos de atividades no cartório de Registro Civil de Santa Luzia, Dalma é a maior testemunha do nascimento dos luzienses entre o final da década de 1940 até o final dos anos 1990, quando aposentou. Com memória privilegiada, participou do processo de reconhecimento de inúmeras peças sacras do acervo da igreja matriz de Santa Luzia.

A festa começa neste sábado, 30 de junho

Coral Mater Ecclesiae
No próximo dia 8, domingo, você já tem onde almoçar: no Espaço de Eventos de William Leal – Rua José Martini, 123, bairro Kennedy, onde, a partir das 12h, será servida comida deliciosa, a 10 reais o prato. O almoço será em benefício do Coral Mater Ecclesiae, que estará presente e vai cantar, para tornar o domingo ainda mais agradável.

Luzienses Ablusadas

Com três integrantes luzienses, o Ablusadas é composto por jovens talentosas

Três luzienses estão marcando participação na banda de blues Ablusadas. Criada em 2017, e formada exclusivamente por mulheres – as três integrantes responsáveis pelos metais, que se juntam ao quinteto para participar de festivais, são integrantes da tradicional Banda de Música Benício Moreira. Mi Maravilha, Lidiane Nunes e Camila Barreto já participaram de grandes eventos como Mulheres no Museu (Museu de Arte da Pampulha) e Festival BB Seguros de Blues e Jazz, em BH

Falecimento

Ela sofreu um infarto e estava internada há quatro meses

Foi com a mais profunda tristeza que Santa Luzia recebeu a notícia do falecimento de Maria das Graças Maia, conhecida como Nem, nesta sexta-feira, 29 de junho. Ela estava internada em um hospital, em Belo Horizonte, há quatro meses, quando sofreu um infarto. Nem ficou conhecida pela sua dedicação à Igreja de São Geraldo, no bairro de mesmo nome, onde participava ativamente de todos os eventos e atividades. Moradora da rua Santa Cruz, ela era membro de uma família conhecida na cidade e será lembrada como uma pessoa religiosa e solidária. O sepultamento vai ser às 11h, no Cemitério do Carmo, neste sábado.

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply

1 Comentário

  • Tania Maria da Piedade Teixeira
    30 de junho de 2018, 07:28

    Parabéns ,conheci hoje essa página já me indignando com a notícia da escavadeira,esse descaso com a história luziense têm que acabar, poderíamos está na rota do turismo mineiro e brasileiro mas infelizmente não é prioridade dos nossos políticos,perdemos nossa fábrica de sabão prédio que fez parte da história d e muitos luzienses,o Icaraí,a estaçãozinha o matadouro da frimiza ,o solar da Baronesa está se deteriorando,e muitos outros. Acorda ministério público, câmara municipal prefeitura,e população. Um grande abraço.

    RESPONDA