Ong Solidariedade já está funcionando em novo endereço, no bairro Idulipê

Ong Solidariedade já está funcionando em novo endereço, no bairro Idulipê
Solidariedade de mão dupla: voluntários da ONG Todos Juntos Sempre destacam a emoção de colaborar, enquanto organizam doações destinadas a comunidades carentes em Santa Luzia, Jaboticatubas, Vespasiano e Baldim. Foto: Jair Amaral/EM/D.A Press

Luzias

A organização não governamental (ONG) Solidariedade – Todos Juntos Sempre, fundada pela advogada Rosa Werneck em 2016, já está em pleno funcionamento em seu novo endereço, Rua Nossa Senhora Aparecida, 88, no bairro Idulipê. Durante esses cinco anos, a sede da Ong localizava-se no bairro Córrego das Calçadas. A Solidariedade é uma das instituições mais importantes de Santa Luzia, pelo alcance de seu admirável trabalho social.

No início de dezembro, Rosa Werneck foi homenageada pelo National Hispanic Council on Aging (NHCOA) – Conselho Nacional para Idosos de Nacionalidade Latina -, com sede em Washington, nos Estados Unidos – como reconhecimento pelo trabalho e pelo compromisso da Ong Solidariedade em melhorar a vida das pessoas de mais idade em Santa Luzia, de forma que “envelheçam com dignidade.”

O trabalho da Ong não para. Na nova e ampla sede, na descida para o bairro Idulipê, as aulas devem ser reiniciadas em fevereiro. 2022 será outro ano de muito trabalho, devido ao empobrecimento da população.

Esta é a casa, na Rua Nossa Senhora Aparecida, 88, onde a Ong está instalada, no bairro Idulipê. Foto: Luzias

No período natalino, o jornal Estado de Minas, publicou matéria de Gustavo Werneck, destacando o trabalho de várias organizações, nos arredores de Belo Horizonte, em prol do Natal da parcela mais carente da população. E destacou a atuação da Ong Solidariedade.

Leia:

“Os 40 integrantes da organização não governamental (ONG) Solidariedade – Todos Juntos Sempre vêm, há meses, se virando do avesso para fazer as cestas de Natal e doar não só a famílias das áreas urbana e rural do município, como também de comunidades de São José de Almeida, em Jaboticatubas, Morro Alto, em Vespasiano, e da zona rural de Baldim, todas na Grande BH. Para garantir os recursos, a turma fez rifas, tardes festivas e “passou o chapéu” em casas e empresas.

Ao todo, foram distribuídas 510 cestas com alimentos e o mesmo número de kits de limpeza, além de frangos, panetones, chocolates e biscoitos e 400 quilos de suã. Cerca de 700 crianças de 1 a 11 anos também receberam brinquedos, que foram cuidadosa e carinhosamente embrulhados.

Na manhã de terça-feira, 21 de dezembro, na sede da ONG criada há cinco anos, os voluntários mostraram que Papai Noel, na verdade, trabalha o ano todo. Afinal, durante a pandemia, entregaram centenas de marmitas a pessoas que perderam o emprego ou estavam passando fome. “Fazer o bem, em qualquer época, nos torna mais felizes. A carência não é só do alimento, mas também de afeto”, ressalta a vice-presidente da Solidariedade – Todos Juntos Sempre, Marly Avelino da Costa.

Foi com alegria que Marly e Luiz Gabrich entregaram os presentes a Alexandre Faria Soares e aos dois filhos, Raphaelle, de 9, e Miguel, de 8 meses. “Pago aluguel, então fica tudo mais difícil nesta época”, contou Alexandre, certo de que uma doação traduz bom coração e simplicidade. “É um ato de respeito à dignidade das pessoas”, observou Gabrich.

Satisfeita com as ações de generosidade, a voluntária Piedade Henrique Machado Santos destacou: “O espírito natalino desperta o que temos de melhor, as virtudes que trazemos. É importante a gente se colocar no lugar dos outros”. Ao lado, a filha dela, Karoline Helene Henrique Soares, revelou encontrar apenas uma palavra para descrever a entrega: “Emoção”. Cleia Márcia Pereira contou que, ao entregar um frango a um homem que catava restos e peles da ave em um lixão, ouviu uma frase que emociona e entristece: “Há muitos anos não vejo um frango. Só como os restos que encontro”.

Leia também: Organização internacional homenageia Rosa Werneck pelo seu trabalho social


Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

3 Comentários

  • Rosa Werneck
    5 de janeiro de 2022, 19:44

    Não tenho palavras para agradecer!! Ficou linda a matéria!!!

    RESPONDA
  • Paulo Gastão de Abreu
    5 de janeiro de 2022, 20:04

    Parabéns!!!!!!

    RESPONDA
  • Ana Cristina da Barbosa
    5 de janeiro de 2022, 20:17

    Tenho, muito orgulho de fazer parte da ong solidariedade todos juntos sempre.. sou voluntária a 6 anos,tudo que faço para ajudar a ong,faço, com muito amor! Parabéns! Belo belíssimo trabalho jornalístico… beijos

    RESPONDA