Novas construções e parcelamento de salário preocupam moradores da cidade

Novas construções e parcelamento de salário preocupam moradores da cidade
Na placa anunciando o empreendimento na Rua Benedito Freire da Paz, dá para ver vários prédios altos, que serão construídos em pleno bairro Boa Esperança

Conjunto de prédios de sete andares no bairro Boa Esperança, a falta de um esclarecimento melhor da Prefeitura sobre o parcelamento dos salários dos servidores municipais, os cupins consumindo o tricentenário Mosteiro de Macaúbas, lançamento de livro dos alunos do Modestino Gonçalves, a roda de samba na Praça do Icaraí para levantar dinheiro que será aplicado na recuperação do clube e as cartinhas para Papai Noel de crianças luzienses pedindo presentes. Estes são alguns dos assuntos que você vai ler do Acontecendo desta semana.

Luzias

Moradores do Boa Esperança estão preocupados com o surgimento de dois empreendimentos imobiliários no bairro. Só em um deles, na Rua Presidente Rodrigues Alves, a informação é que serão construídos três torres( é assim que estão chamando prédios agora) com sete andares cada uma. A coisa vai sendo feita discretamente como que para evitar chamar a atenção dos vizinhos para o futuro conjunto habitacional. O outro empreendimento, na Rua Benedito Freire da Paz, preocupa mais ainda, pois o terreno é grande e já há uma enorme placa na entrada, na qual pode-se ver vários prédios.

A informação é que neste terreno, na Rua Presidente Rodrigues Alves, deve ser construídos três torres de sete andares

O que deixa perplexa a população de Santa Luzia é como a Prefeitura, que já está se queixando de falta de verbas e chegou ao ponto de parcelar os salários dos funcionários municipais, não tem meios de impedir que mais gente venha morar numa cidade em crise, porque tem problemas de toda natureza: na saúde, na educação, no transporte público, na segurança, na infraestrutura viária, na falta absurda de áreas de lazer. Esta semana, a Secretária Municipal da Saúde, Nádia Cristina Duarte, deu entrevista afirmando que ninguém sabe quando o Hospital de São João de Deus será reaberto. A situação de Santa Luzia é crítica. (Se ainda não leu, leia: Expansão desordenada vai transtornar a vida do luziense e tornar Santa Luzia ingovernável)

Parcelamento do salário dos funcionários da Prefeitura
Outro grande assunto em Santa Luzia continua sendo o parcelamento dos salários dos servidores municipais. Muita gente querendo mais informações da Prefeitura. Há uma semana, o Luzias solicitou, através da assessoria de imprensa, uma entrevista com o Secretário das Finanças, Aldair José Gomes de Oliveira, exatamente para esclarecer melhor a decisão de pagar em duas vezes os vencimentos de cada funcionário. Como a solicitação foi feita pelo telefone, a assessora de imprensa disse que precisávamos enviar um e-mail com o pedido da entrevista. Fizemos isso imediatamente. Apesar da nossa insistência, não obtivemos até agora qualquer resposta. O que muitos servidores, inclusive os aposentados, nos pedem para perguntar ao secretário é: se a Prefeitura não está dando conta de pagar em dia, por que empregou mais gente? Outra pergunta: há uma previsão de quando os salários serão normalizados? O grande temor é que aconteça em Santa Luzia o que vem ocorrendo com o estado, que parcela os salários dos funcionários públicos desde 2016. Era para ser temporário. Mas o governador Fernando Pimentel(PT) já está se despedindo do cargo e os salários continuam quebrados.

Atenção, você que vai fazer o Concurso da Prefeitura

A iniciativa é do Professor Abraão Gracco, representante da OAB no concurso da Prefeitura

O Professor Abraão Gracco, representante da OAB para o Concurso que a Prefeitura Municipal de Santa Luzia vai realizar, continua dando aulas gratuitas para quem vai fazer as provas, marcadas para o dia 25 de novembro e 09 de dezembro. A finalidade do concurso é o preenchimento de 335 vagas em diferentes setores da Prefeitura. O Professor está preparando um aulão (intensivo), que será ministrada na próxima quinta-feira, dia 15,das 08h30m às 12h, na Casa do Advogado – OAB Santa Luzia, na Avenida Helena Soares Viana, 100, Novo Centro. Para participar, a única exigência é que a pessoa leve dois livros infantis. Se você se interessou, fique atento, porque as inscrições, através do WhatsApp: 99642-8162, estão limitadas a 120 participantes.

Lançamento de livro no Modestino Gonçalves

O livro foi escrito por alunos da Escola Municipal Modestino Gonçalves

Esta é uma daquelas iniciativas que todo mundo aplaude: será lançado neste sábado,10 de novembro, no Grupo Escolar Modestino Gonçalves, na Rua Direita, o livro Folhas Mágicas, escrito por alunos das turmas 501 e 502, sob a coordenação da professora Gislene Rangel Evangelista. Ao todo são 62 crônicas versando sobre a vida e as experiências dos autores. Eles próprios se encarregaram das ilustrações. É o tipo de trabalho que ajuda na integração das turmas, acaba envolvendo as famílias e motiva as crianças. O Luzias parabeniza todos os alunos envolvidos na elaboração do livro e a professora Gislene pela bela iniciativa.

Mais uma velha árvore tomba

Com seus galhos açoitados pelos veículos maiores, como carretas, ela não resistiu

A cidade não está conseguindo cuidar nem da sua gente, quanto mais das árvores. Depois do bicentenário jatobazeiro, no Carmo, outra velha árvore tomba. Essa, perto da Igreja de São João, na Ponte, vítima de podas mal feitas. A queda ocorreu nesta sexta-feira, 09 de novembro.

Felizmente, ninguém se feriu com a queda da árvore

Esta árvore levou tantas pancadas em suas ramagens, principalmente de veículos grandes, como carretas que, mesmo impedidas de transitar pela área, circulam assim mesmo, pois não há fiscalização. Resultado: perdemos mais essa.

Clique da Semana

Esta escumilha, na quadra, do bairro Boa Esperança, encanta os olhos e a alma

O clique da semana vai para essa gloriosa escumilha. Quem passa por lá não deixa de notar a beleza do arbusto,todo ornamentado, esbanjando vida. A foto é do nosso tão querido Paulo Giovannini.

Cupins acabando com o Mosteiro de Macaúbas

Em atividade feérica, os cupins vão consumindo toda a madeira

São impressionantes estas imagens do fotógrafo Marcos Ikeda. Mostram porque é preciso colaborar urgentemente com a campanha Abrace Macaúbas, criada para levantar fundos que permitam restaurar a enorme construção de 11 mil metros quadrados do século 18, única edificação colonial do estado com características conventuais, já que naquela época a instalação de mosteiros e conventos em Minas era proibida pela coroa portuguesa.

Veja esses insetos danados em ação:

Mas não são só os cupins que estão ameaçando essa jóia do nosso patrimônio:

Veja o perigo de incêndio que constitui esse emaranhado de fios

Além da desinfestação dos cupins presentes em todo o prédio, o projeto de recuperação de Macaúbas prevê a substituição de toda a fiação, a restauração dos elementos artísticos (nunca restaurados) e ainda organização e catalogação de toda a documentação do Mosteiro, tombado pelo patrimônio em nível municipal, estadual e federal.

É urgente a restauração de elementos artísticos como mostra a fotografia

Nesta foto também dá para ver o estado em que se encontra esta pintura

Se puder, colabore com a campanha Abrace Macaúbas. Você pode depositar qualquer quantia nesta conta da Caixa Econômica, aberta para receber doações:
Banco: Caixa Econômica Federal
Nome: Mosteiro de Nossa Senhora da Conceição Macaúbas
Agência:1066
Operação 013
Conta Poupança: 75.403/4
CNPJ: 19.538.388/0001-07

Dê sua contribuição para as obras do Icaraí

Mais um evento para levantar fundos para a reforma do Icaraí

É admirável a dedicação de Meire e Romeuzinho à campanha para reformar o Icaraí, clube criado por Dr. Oswaldo Ferreira, que ficou praticamente abandonado a partir da década de 1990.

Romeuzinho dando duro, carregando areia para fazer a massa com cimento

Com o incentivo fundamental do Promotor Marcos Paulo de Souza Miranda e ajuda da comunidade, aos poucos, o clube vai ganhando vida nova. Vamos todos ajudar, participando dessa roda de samba, na quinta-feira, dia 15, feriado – 129 anos da Proclamação da República, em 1889.

Projeto “Era uma vez…” é um sucesso

A exposição de trabalhos das escolas municipais movimentou alunos, professores e as famílias

Digna de nota a iniciativa da Secretaria Municipal da Educação: o Projeto Era uma vez…, que contou com a participação de toda a rede de escolas municipais. Houve palestra, mesa redonda e outras atividades, com a participação do artista plástico luziense Walter Lara. Um dos pontos altos do evento, que durou três dias, realizado no Solar da Baronesa, foi a exposição de trabalhos dos alunos. Parabéns a todos os envolvidos nesse projeto.

Apadrinhe uma criança carente neste Natal

São muitas as crianças que escreveram para Papai Noel pedindo presente

Uma cerimônia realizada na manhã de quinta-feira, 08 de novembro, na sede dos correios de Santa Luzia, marcou o início oficial da 29ª edição do Projeto Social “Papai Noel dos Correios:” uma campanha cuja finalidade é informar os moradores da cidade da chegada das cartinhas escritas por crianças de famílias carentes a Papai Noel. A ideia é que as pessoas apadrinhem essas crianças, atendendo os pedidos que elas fazem nas cartas. O projeto teve início em 1989, em Minas Gerais, quando os carteiros notaram a chegada de muitas cartas endereçadas a Papai Noel no pólo norte (Lapônia, região no norte da Escandinávia. Sensibilizados, os carteiros se uniram e atenderam os pedidos feitos pelas crianças. Se você quer apadrinhar uma dessas crianças, é só ir a agência dos Correios, na Rua do Comércio, 164, na Ponte, até 7 de dezembro. A entrega dos presentes deve ser feita até o dia 12 dezembro.

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply