João Rasgado: “A ideia é municipalizar o transporte urbano da nossa cidade”

João Rasgado: “A ideia é municipalizar o transporte urbano da nossa cidade”
João Batista de Queiroz, o candidato do PSOL, 57, disputa a Prefeitura pela terceira vez

Luzias

João Rasgado é o quarto candidato a Prefeito nas eleições suplementares de 24 de junho a responder as perguntas feitas pelo Luzias aos seis personagens que pleiteiam administrar a cidade até 2020. Já publicamos as entrevistas com o professor Abraão Gracco(Rede), Agnaldo Campos(PSDB) e o Delegado Christiano Xavier(PSD). Amanhã, sexta-feira, será a vez do candidato do PSB, o Prefeito interino Sandro Coelho. E no sábado, publicaremos as respostas de Suzane(PT). João Rasgado, que sempre se apresentou como o candidato de protesto, é um velho conhecido de Santa Luzia. Aos 57 anos, já se candidatou pelo PSOL três vezes a Prefeito da cidade, onde mora – no Cristina A – desde o início da década de 1990. Casado, pai de uma jovem que reside nos Estados Unidos, João se mostra preocupado com a saúde em Santa Luzia, mas é o únicos dos candidatos até agora a afirmar que, se eleito, não reabrirá o Hospital de São João de Deus, fechado desde 2015.

Leia a entrevista:

Luzias: Por que o senhor quer ser Prefeito de Santa Luzia?
João – Porque eu acho que Santa Luzia precisa ter um prefeito mais próximo da população e eu estou preparado para ouvi-la.

Com o vice, Carlinhos do Estacionamento

Luzias: Quais são as áreas que o senhor vai priorizar na cidade? Por quê?
João – Primeiro a educação, é lamentável que a maior parte dos nossos profissionais da educação estejam sempre pressionados e inseguros, pois são contratados e não concursados. Precisamos, com urgente, de concursos públicos, para melhor seleção e segurança desses profissionais. Temos também que criar um plano de carreira. Investimento na educação, construindo mais escolas, principalmente nos locais onde ainda enfrentamos dificuldades. Criação de escola de ensino profissionalizante, para preparação dos nossos jovens para o mercado de trabalho. Vou tentar trazer para Santa Luzia uma escola técnica federal. Assegurar a educação infantil para todas as crianças e criação com turno integral. E acima de tudo, ouvir mais os profissionais da área da educação. O secretário de educação do nosso governo tem, necessariamente, que ser um educador.

Luzias: Com uma população de cerca de 220 mil habitantes, Santa Luzia está sem um hospital de verdade há mais de três anos. Se eleito, o senhor pretende reabrir o Hospital de São João de Deus?
João – O Hospital de São João de Deus foi fechado por dívidas e falta de condições financeiras. No nosso governo não vamos reabrir O São João de Deus. Primeiro, ele não é do município. Se reabrirmos teremos que dividir os recursos entre o São João de Deus e o Madalena. Primeiro, vamos selecionar nossos profissionais da saúde, oferecer condições de trabalho melhores. Vamos ter concurso público também na área da saúde. A nossa ideia é ampliar o hospital já existente e melhorar também os dois PAs que já estão funcionando. Sempre valorizando o profissional da saúde.

Celebrando a candidatura com correligionários -Foto: Vitrine Santa Luzia

Luzias: Há muita insatisfação com o transporte público na cidade. Numa eventual gestão sua, os luzienses vão poder contar com um transporte público melhor e mais seguro?
João – Primeiro, o transporte urbano da nossa cidade deve ser tornado público, acabando com a terceirização. A ideia é municipalizar o transporte urbano da nossa cidade, melhorando as vias e fazendo com que todo cidadão luziense tenha um melhor acesso ao transporte coletivo. Com relação ao transporte Santa Luzia – BH, não é só uma responsabilidade nossa. É também do DER. Aí precisaremos de uma discussão maior. A ideia é discutir com o governo federal e estadual, BH, Neves, Vespasiano e Pedro Leopoldo para que possamos conseguir um grande terminal de ônibus próximo da estação do metrô Venda Nova, para que possa atender todo o vetor norte. Temos também que lutar para conseguir recursos junto ao governo federal e estadual, para que o metrô possa ser ampliado. Muitas dessas linhas que saem do vetor norte poderiam desaguar no metrô para facilitar todo o transporte na região.

O candidato na Pracinha da Savassi, no Palmital:

Joao Rasgado na Rede Nossa.Conheça os candidatos à prefeitura.#redenossa #santaluzia

Publicado por Rede Nossa em Domingo, 10 de junho de 2018

Luzias – Sempre chamou muita atenção, nas últimas administrações da cidade, o número de secretários e funcionários de alto escalão na Prefeitura vindos de outros municípios, – como Nova Lima, Contagem, Belo Horizonte -, gente que nunca teve nenhuma ligação com Santa Luzia. Caso seja eleito, o senhor vai mudar essa política? Vai contratar mais profissionais de Santa Luzia?
João – O que nós pensamos é que todos os secretários devem e têm que ser do município, pois temos muitas pessoas qualificadas. Porém, não podem pertencer a partidos políticos. A nossa ideia com relação aos secretários é, por exemplo: O secretário deverá ser escolhido por pais, alunos e professores. E nós escolheremos um entre os três, de preferência, o mais qualificado e/ou concursado. Assim será na saúde, na cultura, no esporte, na segurança e etc…

Eu agradeço a oportunidade de poder estar dando a minha contribuição para Santa Luzia, a cidade na qual eu moro. Queremos ouvir o máximo possível da nossa população pois só ouvindo é que vamos entender as dificuldades que os moradores enfrentam.

Veja a entrevista que João Rasgado concedeu ao Observatório Luziense:

Leia também:
Abraão Gracco: “Vamos priorizar a saúde, a segurança, a educação e o transporte”
Agnaldo Campos: Combater desigualdade será prioridade para o meu governo
Delegado: Darei atenção à educação, saúde, segurança e desenvolvimento

Deixe um comentário

Mantemos a privacidade de seu e-mail. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancel reply